News

Associação de ateus entra na Justiça contra Bolsonaro por live com religiosos

Em uma live do presidente Jair Bolsonaro no último dia 12 de abril, Domingo de Páscoa, religiosos de algumas vertentes cristãs e do judaísmo participaram do encontro virtual. A transmissão durou mais de duas horas e tinha como objetivo celebrar a data e passar mensagens de paz.

Além das redes sociais do presidente, a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), mais conhecida como TV Brasil também exibiu o encontro. Com isso, a Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea) considerou que a transmissão religiosa também na emissora pública violou o princípio do Estado laico, conforme previsto na Constituição. Como a emissora é publica e conforme a Constituição Brasileira o estado é laico.

Conforme a apuração da Folha de S. paulo, a entidade entrou na Justiça contra o governo federal, o presidente da República e a EBC pedindo que Bolsonaro fique proibido de repetir iniciativas do tipo e seja condenado a pagar R$ 100 mil por danos morais coletivos. O caso está na Justiça Federal do Distrito Federal.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.