360º

CCR MS Via informa a suspensão das obras de duplicação da BR-163/MS

O Grupo CCR informa que a CCR MSVia, sua controlada, protocolou na Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, em Brasília, um pedido de revisão contratual. No texto apresentado, a empresa também informa a suspensão das obras de duplicação da BR-163/MS durante o período de revisão.

O pedido de revisão e a suspensão das obras acontecem em razão das condições adversas da economia combinadas com prejuízos provocados pelo atraso na emissão da Licença Ambiental (resultando na liberação apenas parcial de trechos para as obras de duplicação), bem como pela mudança das bases para financiamento do empreendimento pelo BNDES e pela Caixa.

 Segundo o Diretor Presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, a proposta da empresa é rediscutir as bases do contrato de concessão à luz das dificuldades atuais, de maneira a garantir a continuidade da prestação de serviços com qualidade, responsabilidade e respeito aos usuários.

 “Informamos, porém, que a paralisação dos investimentos em duplicações não afetará o funcionamento do SAU, que continuará operando normalmente, 24 horas por dia, com a equipe integral”, destaca Calixto. “Também prosseguirão os serviços de manutenção do pavimento com obras de tapa-buraco e a conservação da faixa de domínio com capina e roçada regulares.”

Desde que assumiu a BR-163/MS, em abril de 2014, a Concessionária entregou ao tráfego um total de 138,5 quilômetros de pistas duplicadas. Foram injetados no empreendimento recursos na ordem de R$ 1,9 bilhão, entre obras, serviços, equipamentos e impostos. As 21 prefeituras de cidades servidas pela BR-163/MS receberam nos últimos três anos um total de R$ 62 milhões em ISS gerado pela Concessão.

 A CCR MSVia também recuperou 333 quilômetros de pavimento, além de complementar e modernizar toda a sinalização da rodovia. Para monitoramento do tráfego, foram implantadas mais de 400 câmeras em circuito fechado de TV e 389 quilômetros de fibras óticas, entre outros equipamentos de última geração.

SAU

 Implantado em outubro de 2014 pela Concessionária, o Serviço de Atendimento ao Usuário, SAU, é um dos mais modernos sistemas do gênero no país, composto por 17 bases operacionais e integrado por cerca de 500 colaboradores (dos quais 249 no atendimento pré-hospitalar, sendo 35 médicos) e uma frota com mais de 80 viaturas especializadas entre ambulâncias, guinchos e veículos de inspeção.

 “Desde que foi implantado, o SAU atendeu a 136.739 pessoas, das quais, 11.893 pessoas foram socorridas pelos médicos e resgatistas do Atendimento pré-hospitalar da Concessionária”, ressalta o presidente da empresa.

 As obras e os serviços prestados pela Concessionária permitiram aumentar significativamente as condições de fluidez e segurança de tráfego. Houve uma redução de 31% no número de mortos em acidentes na BR-163/MS.

“Queremos que a BR-163/MS consolide-se na posição de ‘rodovia da vida’, mas, para isso, é preciso reestabelecer as bases contratuais, sob pena de perdermos todas as conquistas realizadas”, declara Roberto Calixto.

Share:

Leave a reply