News

Damares quer afastar agressor de mulher de funções públicas

A ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, quer agressores de mulheres proibidos de exercer funções públicas por cinco anos.
 
Damares deve enviar ainda nesta semana uma proposta com esse teor à Casa Civil. O texto da proposta legislativa valeria também para os servidores concursados.
 
No último mês de setembro, Damares destacou que o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, estava “fechando o cerco” àqueles que agridem mulheres.
 
“Estamos fechando o cerco. Deixa eu mandar um recado para o agressor de mulher no Brasil: 
‘Acabou. Nós vamos atrás de vocês’. Bater em mulher não é cultura, tem que acabar essa história no Brasil”, disse Damares.
Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.