News

Facebook lança ferramenta para ajudar a encontrar empregos

O “Empregos no Facebook” está chegando a países como Brasil, Reino Unido, França, Alemanha, Itália e Espanha. Ele já estava disponível nos EUA e Canadá desde o ano passado.

É possível encontrar vagas em facebook.com/jobs e nos aplicativos para iOS e Android. Você pode filtrá-las por nome, local, setor e tipo (integral, meio período, estágio etc.).

Caso você se interesse por uma vaga, clique em “Candidatar-se agora”: você será levado a outra página dentro do Facebook para ver a descrição completa.

Haverá outro botão “Candidatar-se agora” no final: ao clicar nele, surgirá um formulário já preenchido com as informações de seu perfil, incluindo nome, número de celular, experiência profissional e formação acadêmica.

O Facebook nota que seus dados “talvez sejam enviados como uma mensagem”, e avisa que eles “não aparecem no seu perfil” — seus amigos e familiares não saberão que você se candidatou a determinada vaga.

Quanto às empresas, elas poderão adicionar vagas na seção Empregos no Facebook, na própria página, no Marketplace ou em posts patrocinados no feed de notícias. Eis um exemplo de como isso funciona:

“Uma em cada quatro pessoas nos EUA procurou ou encontrou um emprego usando o Facebook”, disse o vice-presidente Alex Himel no ano passado. “Mas 40% das pequenas empresas dos EUA dizem que preencher vagas era mais difícil do que eles esperavam. Acreditamos que o Facebook pode desempenhar um papel para preencher essa lacuna.”

O LinkedIn teve receita de US$ 1,1 bilhão no quarto trimestre de 2017, e o Facebook quer uma parte desse mercado. Como explica o TechCrunch, a rede social pode ter sucesso com vagas de baixa qualificação, em indústrias como varejo e alimentação, que aparecem com menos frequência no LinkedIn.

Isso também motiva os usuários a passarem mais tempo no Facebook, vendo mais anúncios; e estimula empresas a reforçarem sua presença na rede social.

Com informações: TechCrunchEngadget.

Share:

Leave a reply