Cotidiano

Fotógrafo morre afogado

O fotógrafo André Salim Jacob, de 36 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (13), após ser levado pela correnteza do Rio Formoso em Bonito.

André era frequentador assíduo do Bonito Aventura e mergulhou no mesmo local varias vezes, anteriormente e no momento do acontecido estava tirando fotos subaquáticas, bom nadador e não procurou agência de turismo para emitir voucher pois era amigo da família proprietária do atrativo.

O turista estava hospedado na casa sede do Bonito Aventura, ele conhecia muito bem o passeio, amigos dizem que foi uma fatalidade o acontecido.

Um dos guias chegou a socorrê-lo, fazendo massagem cardíaca até a chegada da ambulância, mas ele não resistiu. André era bastante conhecido na região e frequentador assíduo de passeios.

 

Consta no boletim de ocorrência que algumas pessoas que estavam próximas da cachoeira ouviram os gritos de um homem pedindo socorro. Em seguida, informaram ao guia que a vítima se afogou e foi levada pela correnteza. Cerca de 100 metros depois André foi encontrado e tentaram reanimá-lo, mas em vão. O caso é investigado pela Polícia Civil como “morte a esclarecer”.

O Secretário de Turismo Augusto Mariano e o Procurador Jurídico Dr. José Anézi estiveram no hospital acompanhado o ocorrido e colocaram o Município de Bonito á disposição para o que fosse necessário.

Ele era sobrinho do Presidente da OAB/MS, Dr. Mansour Karmouche.

Share:

Leave a reply