Cotidiano

Imigrante palestino esfaqueia e mata homem na rua

STUTTGART | ALEMANHA –  moradores da cidade alemã de Stuttgart ficaram chocados e horrorizados, depois que um homem de 36 anos foi brutamente assassinado no meio da rua por um imigrante palestino jordaniano, que utilizou uma espada tradicional japonesa para o ataque, em plena luz do dia. O terrível assassinato aparentemente ocorreu após uma discussão acalorada entre os dois, que se agravou rapidamente.

A polícia alemã divulgou que a filha de 11 anos da vítima estava presente durante o assassinato de seu pai e fugiu em choque.

O assassino Issa Mohammed foi preso duas horas e meia depois, a 4 quilômetros da cena do crime.

Imagens
Vários vídeos do assassinato estão circulando nas redes sociais. Em um artigo da Bild foi publicado a imagem do homem palestino jordaniano segurando o que parece ser uma espada katana ensanguentada.

De acordo com o jornal Bild, o ataque foi testemunhado por dezenas de moradores locais e foi até mesmo filmado por testemunhas que passavam pelo local e viram o residente alemão de origem do Cazaquistão (36), deitado na rua, enquanto o palestino o esfaqueava com a espada.

Imigrante palestino esfaqueia e mata homem na rua em plena luz do dia na Alemanha 22

Conhecido da polícia
O assassino havia se apresentado originalmente como sírio, mas a polícia investigou sua origem e descobriu que se tratava de um palestino jordaniano de 28 anos de idade.

A polícia informou que o palestino está na Alemanha desde 2015 e tem uma autorização de residência válida. Issa Mohammed foi interrogado e será levado perante um juiz.

Violência por estrangeiros na Alemanha
Nos últimos anos, notou-se um crescimento da violência praticada por estrangeiros na Alemanha.

Nesta mesma semana, houve o caso de uma mãe e seu filho de 8 anos sendo empurrados na frente de um trem por um homem da Eritreia, em uma estação de Frankfurt. A criança faleceu no local.

Houve também o caso de uma mulher que foi esfaqueada 70 vezes e seu corpo foi encontrado em uma mala. Além de outros casos de homens que foram atacados com facões nas ruas.

Share:

Leave a reply