News

PF concluiu que patrimônio de Flávio Bolsonaro era compatível com sua renda declarada

Conforme as informações publicadas um dia atrás pela fonte originária, o Senador Flávio Bolsonaro acabou de ser isentado pela própria Polícia Federal no caso de suspeita de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no âmbito eleitoral.

O relatório do inquérito entregue para a Justiça em maio deste ano, produzido pelo Delegado Federal Erick Blatt, responsável pelo caso, afirmou que a “renda do investigado na época (2014) era compatível com os bens declarados e que não houve evolução patrimonial significativa entre 2012 e 2014”.

As suspeitas do Ministério Público vão contra o entendimento da própria Polícia Federal, que nestes casos, é a responsável por colher as provas e buscar os indícios de materialidade de algum crime.

Delegado tomou o depoimento do próprio Senador e ainda analisou as declarações do seu imposto de renda para chegar à conclusão, sendo assim, a Polícia Federal não viu indícios de crimes cometidos por Flávio Bolsonaro, concluindo que ‘não havia motivos para investigar lavagem, por não haver um crime antecedente apto a produzir receita’.

A investigação em questão não tem relação com o caso da rachadinha, na situação do Queiroz, recentemente preso pela Polícia Federal.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.