Cotidiano

Polícia Civil deflagra operação OSÍRIS e prende membro do PCC

NAVIRAÍ | MS – Na tarde desta quarta-feira de cinzas a policia civil de Naviraí deflagrou a OPERAÇÃO OSÍRIS (Na mitologia egípcia OSÍRIS é o deus do julgamento. Também chamado de Usir ou Ausar, Osíris está relacionado com a vida no além pois à ele foi atribuído o trabalho de julgar os mortos. Sendo a forma semelhante como a facção age, julgando seus rivais e condenando-os à MORTE).

Buscando coibir a ação e o crescimento das facções criminosas em nossa cidade e após um período de investigações os Policiais Civis do 1º DP-Naviraí, por meio do SIG (SEÇÃO DE INVESTIGAÇÕES GERAIS) apuraram que alguns indivíduos a mando da facção criminosa PCC executavam o que é conhecido como “TRIBUNAL DO CRIME” (onde pessoas ligadas ou supostamente ligadas a outras facções são julgadas e decretadas à morte, pela facção rival).

Além de do TRIBUNAL DO CRIME os integrantes da facção  também praticavam furtos de veículos, roubos, tráfico de drogas, sequestro e cárcere privado. Desta forma no curso das investigações foram identificados parte da liderança local, sendo então representado pela autoridade policial pela prisão preventiva destes indivíduos.

Assim nesta tarde foi dado cumprimento a 04 (quatro) mandados de prisão expedidos contra parte da liderança local da Organização Criminosa denominada PCC . Um dos mandados foi cumprido no Presídio local, visto que um dos integrantes da facção o qual exercia a função de Geral da Cidade de Naviraí, já havia sido preso por policiais civis na data de 05/02/2019, quando foi identificado num roubo majorado por emprego de arma de fogo realizado num comercio desta cidade.

Outros 02 (dois) mandados foram cumpridos em um bairro da periferia de Naviraí, onde no cumprimento de um dos mandados, foi localizado na residência de um dos integrantes da facção um tablete de substância análoga a maconha de 808 gramas, de forma que além do mandado o integrante também foi autuado em flagrante pelo crime de TRÁFICO DE DROGAS.

Já o quarto integrante identificado como CRISTHIANO MORAES DOS SANTOS vulgo XARÁ, não foi localizado e é considerado FORAGIDO pela justiça.

Share:

Leave a reply