Cotidiano

Revoltante: Cão é queimado com água fervente

Esse fato revoltante e cruel foi registrado durante o final de semana, no Parque Residencial Zambaldi, em Marialva, na região de Maringá.

Moradores do bairro relataram que o cão, já bastante debilitado por conta de uma doença (cinomose), foi queimado com água fervente.

O animal foi resgatado, mas infelizmente não havia chance de sobrevivência. Por essa razão foi submetido à eutanásia. Existem pistas acerca do nome e endereço do autor do crime. A Polícia Civil de Marialva já foi comunicada e investigará o caso.

O conceituado advogado marialvense, Israel Batista de Moura, se dispôs a representar contra o criminoso. “Crime praticado por elemento covarde e de alta periculosidade. Quero acompanhar juridicamente o caso para que se faça justiça!”, afirmou. O médico veterinário e vereador Carlos Eduardo Siena – Côco, também está acompanhando o caso.

Leia o relato do profissional: “Infelizmente mais uma BARBÁRIE praticad contra um animal em nossa cidade. Uma ação cruel, absurda, covarde criminosa. Conseguem imaginar você doente vítima de um quadro vira gravíssimo, febril, com dores em todos os músculos do corpo, com fome sede, sentindo muito frio e alguém, que deveria te acolher e te auxiliar, jogar água quente sobre seu corpo?” Sim. Foi o que esse pequeno sentiu. Ago ele descansa de toda maldade e estupidez do ser humano, sem dores. Se sofrimento. O fato gerou revolta na cidade.

Via: Plantão Maringá

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.