News

Três vezes NÃO! continuam presos

CAMPO GRANDE | MS – A quinta turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), negou nesta segunda-feira (3), pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-governador André Puccinelli (MDB), do filho, André Puccinelli Júnior e do advogado Paulo Calves, que foram presos em um desdobramento da operação Lama Asfáltica.

Motivação da prisão

Conforme a denúncia que levou a prisão o ex-governador, seu filho e o advogado, os s valores das vantagens indevidas pagas pela JBS correspondiam em média, no início a 30% e depois a 20% dos benefícios fiscais recebidos pelos frigoríficos da empresa. Para tentar ocultar os repasses ilegais, conforme o MPF, eles eram feitos ao grupo por meio de doações de campanha, de pagamentos de notas fiscais frias em serviços que nunca foram executados ou simplesmente entregues em espécie a integrantes da grupo.

Share:

Leave a reply