Cotidiano

3 minutos para um abraço

Promovido pela ONG Rede Fronteiriça dos Direitos Humanos, com o apoio do U.S. Customs andBorder Patrol de El Paso, um evento permitiu que mais de 2,5 mil pessoas de quase 200 famílias separadas pela imigração ou por deportações pudessem se reencontrar por três minutos, no último sábado, 24.

O evento chamado “Hugs Not Walls” (Abraços, não muros) aconteceu próximo ao Rio Bravo, que divide a mexicana Ciudad Juárez (Chihuahua) e a americana El Paso (Texas), local muito usado para travessia ilegal de imigrantes e onde milhares perdem a vida tentando chegar do outro lado.

No total, 196 famílias divididas pelo muro puderam se reunir por três minutos, muitas depois de vários anos sem se ver, separada pela fronteira entre os Estados Unidos e o México.

Esta é a segunda vez que o evento é realizado com Donald Trump na presidência e a quarta vez desde que foi criado.

Durante o reencontro, agentes da Border Patrol vigiavam a cerca de 100 metros de distância cada movimento, para impedir alguma tentativa de troca de objetos entre as pessoas no momento dos abraços.

Gazeta Brazilian News

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.