News

Alunas da Itália protestam estudando na frente da escola fechada

Estudantes encontraram uma maneira interessante de protestar contra o fechamento de uma escola no norte da Itália devido ao aumento nos casos de coronavírus

Anita Iacovelli, de 12 anos, se recusa a ficar em casa. 

Ela vem todos os dias com sua cadeira de metal rosa e mesa dobrável para sentar do lado de fora da escola fechada em Torino, onde assiste suas aulas online num tablet. 

De chapéu, luvas e máscara, e sob o olhar de curiosos transeuntes, Anita sabe que este não é o local mais confortável para estudante. 

Mas, de acordo com a estudante, é muito melhor do que ficar em casa, como ela fez por semanas a fio durante o lockdown nacional da Itália no início deste ano. 

Em entrevista à agência France-Presse, Anita declarou: 

“Quando eles disseram que as escolas iriam fechar, pensei que não poderia fazer mais um ano de ensino à distância.” 

 E acrescentou: 

“Tenho saudades de tudo na escola: aulas cara a cara, olhar os professores nos olhos e não através de uma tela, estar com meus colegas.” 

Outros alunos logo se juntaram ao protesto de Anita em frente à escola Italo Calvino, que começou quando Torino e áreas vizinhas foram classificadas como zona “vermelha” de alto risco para coronavírus no dia 6 de novembro. 

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.