Cotidiano

Até carne de jacaré …

PMA e Polícia Civil de Naviraí realizam operação, autuam quatro infratores e apreendem 118 kg de pescado ilegal, carne de jacaré e três rifles

Policiais Militares Ambientais de Naviraí, Mundo Novo e Amambai e Equipes da Polícia Civil do Serviço de Investigações Gerais (SIG)  de Naviraí, realizaram uma operação conjunta na região do Distrito de Porto Caiuá, visando ao combate à pesca e caça predatórias.

Durante a operação ocorrida ontem (22) foram apreendidos 118 kg de pescado, sendo 40 kg de peixes frescos, ou seja, capturados durante a piracema e vários exemplares abaixo da medida permitida por lei, duas redes de pesca (petrecho proibido), um freezer, 18 kg de carne de jacaré, além de três rifles calibre 22 e munições.

Todos os pescadores são residentes no Distrito de Porto Caiuá. Dois pescadores profissionais, ambos de 50 anos, que estavam com 85 kg de pescado, redes e rifles e que abateram dois jacarés fugiram, no momento da operação, porém, foram identificados e responderão por crimes ambientais de caça ilegal e de pesca predatória. A pena relativa à carne do jacaré é de seis meses a um ano de detenção e pela pesca ilegal é de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e foram multados em um total em R$ 3.400,00.

Outro pescador, de 26 anos, que estava com pescado fora da medida e capturado em piracema foi autuado em R$1.000,00. Com ele foram apreendidos 13 kg de pescado. Ele também responderá por crime de pesca predatória.

Mais um infrator, de 55 anos, foi autuado administrativamente em R$ 1.100,00 por armazenar pescado sem a declaração de estoque. Com ele foram apreendidos 20 kg de pescado. A falta de declaração de estoque não se caracteriza como crime. Somente infração administrativa.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.