Cotidiano

Cabo submarino de fibra ótica ligará Brasil a Europa

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou nesta quinta-feira (10) que o Brasil implantará um novo cabo submarino de fibra ótica que irá revolucionar a comunicação entre o território brasileiro e a Europa.

O cabo de alta capacidade ligará Fortaleza (CE) a Sines, em Portugal, com previsão de expansão para pontos no Rio de Janeiro e em São Paulo, além de conexões na África e em outros países europeus, ilhas do Atlântico e Guiana Francesa.

Há uma estimativa de que o projeto esteja concluído até meados de 2021.
O investimento gira em torno de R$ 1 bilhão e será implantado pela empresa EllaLink, proprietária e operadora dos serviços que serão oferecidos pela fibra.

Segundo o Ministério das Comunicações, a iniciativa abrirá caminhos para o 5G no país, além de proporcionar o tráfego de dados a 72 Tbps e latência de 60 milissegundos.

“Na segunda-feira (14), faremos o lançamento de um cabo submarino de fibra ótica que vai sair de Fortaleza até Sines, em Portugal. Serão mais de 6 mil quilômetros. Estimamos que até o segundo trimestre do ano que vem estará pronto”, disse o ministro Fábio Faria.

“O cabo, em alguns lugares, chega a 5 quilômetros de profundidade. É algo impensável, inimaginável, mas agora nós vamos ter uma conexão direta com a Europa. É uma grande entrega do Ministério das Comunicações que vai ajudar o nosso país no escoamento de dados”, acrescentou.

Ao todo, serão lançados e ancorados 6 mil quilômetros de cabos de alta capacidade que devem conectar a capital cearense a Portugal.

Com a nova tecnologia, a capacidade de transmissão de dados é 7 mil vezes maior que a atual, que inclusive é destinado exclusivamente ao tráfego de voz.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.