Cotidiano

Câmara do Rio aprova distribuição de absorventes em escola

Escolas municipais do Rio de Janeiro poderão receber e distribuí-los às alunas gratuitamente. É o que propõe a lei aprovada pela Câmara dos Vereadores na última semana. Agora, ela passará pelo prefeito para poder ser sancionada ou vetada. A proposta visa ajudar meninas que não têm acesso ao produto, devido a questões financeiras, e que por isso, faltam muitas aulas no decorrer do ano, atrapalhando o próprio desenvolvimento estudantil.

A lei é de autoria do vereador Lionel Brizola Neto, que diz que a proposta surgiu a partir dos amplos debates dentro da escola pública, nos quais foram ouvidos professores, pais e alunos que relataram que muitas estudantes passam por um constrangimento na primeira menstruação, por não estarem prevenidas no momento. Há também a questão das meninas que não vão as aulas por não terem como comprar absorventes.

De acordo com o parlamentar, há na rede municipal do Rio, cerca de 250 mil alunos dependentes do Programa Bolsa Família, o que é um detalhe considerável.

A ideia foi bem recebida pela Secretária Municipal de Educação, Talma Ribeiro, que teve conversas com o vereador sobre a necessidade de implantar política nas escolas, visto que também se trata de uma questão de higiene pessoal, bem como o papel higiênico.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.