Cotidiano

Como a economia socialista da Venezuela se tornou um capitalismo para poucos

Sempre que uma pessoa vai visitar a Venezuela, pergunta a conhecidos que vivem no país se estão precisando de alguma coisa.

Então, quando há menos de um mês perguntei a Rada, meu motorista e pai adotivo venezuelano, o que ele queria, ele me disse que um chocolate.

Trouxe para ele o seu favorito: um da marca Hershey’s, sabor cookies ‘n cream. Foi um produto que ele conheceu nos anos 90, em suas viagens à Ilha Margarita, quando ganhava o suficiente como mensageiro para ir a paraísos venezuelanos em suas férias.

Depois de chegar em Caracas, porém, eu percebi que minha pergunta estava desatualizada: a famosa barra de chocolate americana está facilmente disponível.

Entretanto, para Rada, que recebe uma pensão de US$ 5 por mês, o chocolate continua, segundo ele, “inatingível”: custa entre US$ 1 e US$ 2, o dobro do que paguei em Bogotá, na Colômbia.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.