Cotidiano

Concurso para ingresso na Polícia Civil do Paraná é suspenso na última hora

O Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC/UFPR) cancelou as provas para o concurso da Polícia Civil do Paraná, previsto para esse domingo, em Curitiba e região metropolitana. Em nota divulgada na madrugada deste domingo, o órgão alegou “ausência de requisitos indispensáveis de SEGURANÇA para a aplicação das provas”.

A publicação do adiamento foi feita às 5h42 de hoje. O concurso com 400 vagas foi alvo de um pedido de adiamento feito pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) e pela Defensoria Pública do Estado (DPE-PR), que entraram na justiça para que o concurso fosse adiado por conta da pandemia da Covid-19. Cerca de 106 mil candidatos estava inscritos para a prova. Segundo a organização, a prova aconteceria em 350 locais em Curitiba e 19 em outras cidades do estado.

De acordo com a nota, a situação “poderia colocar em risco a integridade das avaliações e o tratamento isonômico dos candidatos, bem como a saúde e a biossegurança de todos os envolvidos na realização das provas para o provimento de cargos públicos de Delegado de Polícia, Investigador de Polícia e Papiloscopista”. Segundo a UFPR, as provas foram suspensas “por cautela e com urgência”, e foram adiadas “para outra data a ser oportunamente informada”.

A Polícia Civil do Paraná também divulgou nota alegando que “assim como os candidatos, também foi surpreendida, na madrugada deste domingo (21), acerca da decisão tomada pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR) de suspender a aplicação das provas agendadas para esta data”.

A corporação informa ainda que “imediatamente encaminhou ofício ao NC-UFPR requisitando os motivos ensejadores da medida adotada pela Banca contratada, pois, até então, era reportado por esta sobre a plena viabilidade de aplicação dessas provas”. De acordo com o órgão, “a retomada do andamento desse concurso é muito aguardada pela Instituição Policial Civil e pela sociedade paranaense, na medida em que visa a recomposição urgente do deficitário quadro de servidores para atender as demandas de área essencial, que é a segurança pública”.

Revoltados com a medida, candidatos inscritos no concurso planejavam um protesto em frente ao Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná para a manhã deste domingo. 

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.