Cotidiano

Geddel chorão

Segundo o site Metrópoles, a audiência para julgar o pedido de habeas corpus do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) nesta quinta-feira (6) terminou em lágrimas. Geddel caiu no choro ao ouvir do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, que ficaria preso por tempo “indeterminado” .

O ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer (PMDB) é acusado de tentar obstruir acordos de delação premiada do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do operador financeiro Lúcio Funaro.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.