Cotidiano

Governo Federal investe em turismo acessível

Cinco cadeiras de rodas adaptadas para trilhas foram entregues na unidade, proporcionando novas experiências aos visitantes que precisam de acessibilidade.

O local recebeu 5 unidades que darão acessibilidade aos cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. Crédito: André Azevedo/MMA

Os turistas cadeirantes ou com mobilidade reduzida que forem visitar a Floresta Nacional de Brasília (DF) terão à disposição cinco cadeiras de rodas adaptadas para o transporte em trilhas de ecoturismo na unidade. A iniciativa do Governo Federal, desenvolvida por meio do Ministério do Meio Ambiente, faz parte de um amplo programa que tem como objetivo potencializar o turismo ecológico nas unidades de conservação federais, além de promover o desenvolvimento econômico do entorno dos locais e fomentar a geração de emprego e renda no setor turístico.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, parabenizou a iniciativa e destacou a necessidade de acessibilidade nos atrativos turísticos brasileiros. “O Ministério do Turismo apoia essa ação do Meio Ambiente de proporcionar aos nossos turistas cadeirantes a oportunidade de desfrutarem dos nossos parques e reservas nacionais. Nosso turismo é para todos. Podem contar com a nossa equipe para tornar cada vez mais o nosso país um lugar acessível para todos”, disse.

Além de Brasília, as “Juliettis”, como são conhecidas as cadeiras, serão distribuídas para outros 20 parques nacionais, em estados como Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A disponibilidade dos equipamentos é fruto de uma iniciativa proposta por uma ONG nacional, presente em cerca de 38 destinos de 22 estados do país. Os próximos parques que receberão as cadeiras serão os da Serra dos Órgãos (RJ), de Ubajara (CE) e de São Joaquim (SC).

Hoje, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,2% da população brasileira possuem algum tipo de deficiência. A acessibilidade é uma preocupação constante do Ministério do Turismo. Uma das ações desenvolvidas pela Pasta é o Programa Turismo Acessível, que realiza ações voltadas à promoção da inclusão social e do acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida a atividades turísticas. O trabalho vai ao encontro de inciativas do Governo federal para a garantia de condições dignas de vida, a plena participação na sociedade e a igualdade de oportunidades a todas as pessoas com deficiência.

Por Victor Maciel

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.