Cotidiano

Imigrantes venezuelanos fundam associação no Brasil

BOA VISTA | RR – Associação Nacional dos Imigrantes Venezuelanos – ANIV Brasil. Esse é o nome da organização fundada, na último mês, por imigrantes venezuelanos que estão no estado de Roraima. Cerca de 100 venezuelanos compareceram à assembleia de fundação realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracomo), em Boa Vista.

O objetivo da associação é organizar os imigrantes venezuelanos que chegam em massa no país, notadamente desde 2015, em busca de uma vida digna. A direção eleita da Aniv reúne três venezuelanos que hoje estão em Boa Vista, um que está em Amajari e outro de Mucajaí, todas cidades que vêm recebendo o fluxo de imigrantes. O conselho fiscal, conta com um venezuelano que está em Boa Vista e outros dois de Mucajaí.

As discussões para a criação da associação avançaram a partir da caravana organizada pela CSP-Conlutas em apoio aos imigrantes e refugiados venezuelanos. De 11 a 15 de junho deste ano, uma delegação da Central visitou cidades da região e pode ver de perto as necessidades que os refugiados vêm passando. A nova entidade já nasce filiada à Central, decisão aprovada por unanimidade pelos presentes na assembleia de fundação.

O Sintracomo, filiado à CSP-Conlutas, abriu suas portas para os refugiados e imigrantes venezuelanos ainda em 2015, quando começou a intensificar a chegada da população do país vizinho em Roraima.

“Queremos dar todo apoio aos irmãos e irmãs da Venezuela. Mas a proposta é que eles se organizem, falem por si mesmos e façam suas lutas”, disse Lourival Ferreira, presidente do sindicato.

Após registrar o estatuto aprovado, um dos próximos passos da Aniv é buscar negociações com os governos federal, estadual e municipais.

“Temos uma pauta com várias reivindicações, pois as dificuldades dos venezuelanos ainda são muitas, apesar dessa situação do fluxo migratório existir há mais de três anos”, explicou Lourival.

A CSP-Conlutas defende o direito à migração do povo venezuelano. Resoluções já foram aprovadas pela Coordenação Nacional e essa e outras iniciativas tem o apoio da Central.

Informação RORAIMA 24

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.