Cotidiano

Instrutor morre ao saltar de penhasco

Segundo autoridades, o paraquedas não abriu

Um experiente BASE jumper alemão chamado Dominik Loyen, 50, morreu durante uma tentativa de salto em um penhasco de 95 metros em Nazaré, Portugal.

De acordo com o jornal alemão “Bild”, o paraquedas do alemão não abriu.

Dominik morava na Suíça, onde o esporte é permitido e era instrutor na Espanha.

Imagens obtidas pela rede de televisão portuguesa SIC mostram que o paraquedas só abriu depois que Loyem bateu, com força, no chão. Veja o vídeo aqui.

 “O paraquedas abriu muito tarde, já no momento do impacto na zona da falésia”, disse à SIC o Comandante da Capitania do Porto de Nazaré, Paulo Agostinho.

Os bombeiros tentaram reanimar o homem durante 50 minutos. Loyen estava acompanhado de um amigo português, que saltou ao mesmo tempo.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.