Cotidiano

Investigação conclui que deputada Flordelis mandou matar marido

Flordelis é denunciada por suspeita de ser a mandante da morte do marido. Polícia prende seis filhos e uma neta.

A Polícia Civil do RJ e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) prenderam, nesta segunda-feira (24), nove pessoas pelo envolvimento na morte de Anderson do Carmo

O pastor foi executado com mais de 30 tiros em 16 de junho de 2019.

De acordo com a força-tarefa da operação “Lucas 12”, a viúva, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), é a mandante do crime. 

Flordelis não pôde ser presa por causa da imunidade parlamentar.

Entre os presos, estão seis filhos do casal, uma neta, um ex-PM e a mulher dele, informa o portal G1.

Segundo a polícia, antes do assassinato a tiros, Flordelis tentou matar o marido pelo menos quatro vezes — uma delas com veneno na comida.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.