Cotidiano

Investigado por abuso sexual a mais de 200 mulheres

Investigado por abusos sexuais mediante fraudes,  estupros, inclusive de vulneráveis,  por mais de 200 mulheres, o Ministério Público de Goiás, denúncias contra o médium João de Deus. Já existiam denúncias contra ele desde 2010, que atua há 40 anos com tratamentos espirituais em Abadiânia (GO). Ele diz realizar tratamentos e “cirurgias espirituais” por meio de entidades que incorpora.

Nesta segunda-feira (10), uma força-tarefa foi iniciada para investigar o caso. A maior parte das denúncias foram feitas após a exibição de entrevista com vítimas dos possíveis delitos.

De acordo com o promotor Luciano Miranda Meireles, que cuida das apurações, a Casa de Dom Inácio – onde atua o médium – pode ser interditada, já que é grande a quantidade de relatos de crimes.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.