News

Ministério da Saúde informa que vai deixar de usar CoronaVac em 2022

Segundo a pasta, o imunizante apresenta baixa efetividade entre os idosos acima de 80 anos

O Ministério da Saúde informou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 que deixará de usar a CoronaVac nas campanhas de vacinação em 2022. A principal justificativa, segundo a pasta, é a baixa efetividade do imunizante entre os idosos acima de 80 anos.

Além disso, o ministério ressaltou o status de aprovação temporária de uso emergencial que a vacina mantém na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Não há obrigatoriedade na continuação de seu uso.

“Até o momento, a autorização da CoronaVac é de uso emergencial, que foi concedida para minimizar, da forma mais rápida possível, os impactos da doença em território nacional”, afirmaram Danilo de Souza Vasconcelos, diretor de Programa da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento da Covid-19, e Rosana Leite de Melo, secretária do mesmo setor.

A resposta da pasta se refere à questão da CPI que pedia justificativas para a descontinuidade do uso da vacina. O pedido de explicação foi protocolado na última terça-feira, 5.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.