News

Mourão critica Celso

“Além de irresponsável, é intelectualmente desonesta”, diz Mourão sobre mensagem de Celso.

Além de tecer duras críticas ao apoio que os distúrbios violentos dos autodenominados “antifascistas” vêm recebendo no Brasil, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, classificou, nesta quarta-feira (3), uma declaração do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, como “irresponsável”.

Em artigo publicado no jornal Estadão, Mourão criticou a associação dos distúrbios nos Estados Unidos com a realidade do Brasil:

“É forçar demais a mão associar mais um episódio de violência e racismo nos Estados Unidos à realidade brasileira. Como também tomar por modelo de protesto político a atuação de uma organização nascida do extremismo que dominou a Alemanha no pós-Primeira Guerra Mundial e a fez arrastar o mundo a outra guerra.”

Sem citar diretamente Celso de Mello, o general da reserva acrescentou:

“Tal tipo de associação, praticada até por um ministro do STF no exercício do cargo, além de irresponsável, é intelectualmente desonesta.”

Dias atrás, uma mensagem privada de Celso de Mello vazou na imprensa. No texto, ele compara o Brasil atual com a Alemanha do ditador nazista Adolf Hitler.

A mensagem foi criticada, inclusive, pelo colega de Corte, Marco Aurélio Mello, que disse não concordar “em nada” com Celso de Mello.

“Precisamos de bombeiros, não incendiários. Não concordo em nada com o veiculado pelo ministro Celso de Mello”, disse Marco Aurélio.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.