Cotidiano

Partidos envolvidos em escândalos vão apurar o que é “mentira”

Partidos serão parceiros da Justiça Eleitoral no site “Desinformação”, para combater as “fake news”

Partidos políticos integrados por mentirosos compulsivos são a maioria dos parceiros da Justiça Eleitoral no site “Desinformação”, de combate às “fake news”.

O DEM de Rodrigo Maia, personagem da Lava Jato, o PTB de Roberto Jefferson, estrela do mensalão, o PSC do Pastor Everaldo, preso mês passado, e o PP do petrolão ajudarão a definir o que é falso ou verdadeiro, na disputa eleitoral.

O TSE ignora a sentença do estadista alemão Otto von Bismarck, que em 1871 advertiu: “Nunca se mente tanto como antes das eleições, durante uma guerra e depois de uma caçada.”

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Também são parceiros da Justiça Eleitoral, Solidariedade, DC, PCdoB, PDT, PRTB, Podemos e Republicanos, recheados de velhos mentirosos.

O Programa Desinformação conta com a participação de apenas dois órgãos públicos: o Ministério da Justiça e o Ministério Público Federal.

Só grupos da mídia tradicional (rádio, TV e impresso) são parceiros anti-fake. E as “agências verificadoras”, mas só as de velhos jornalões.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.