Cotidiano

PEC do voto ‘impresso’ é rejeitada pela comissão especial da Câmara; proposta deve ir a plenário

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a proposta de emenda à Constituição (PEC) do voto “impresso” rejeitou nesta quinta-feira, 5, por 23 votos a 11, o parecer favorável ao tema elaborado pelo deputado federal Filipe Barros (PSL-PR).

Embora tenha sido rejeitada, a proposta deve ser analisada pelo plenário da Casa, porque as comissões especiais têm caráter opinativo e não conclusivo. A última palavra sobre uma proposta de emenda à Constituição cabe ao plenário da Câmara. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), já havia sinalizado a intenção de levar o texto ao plenário.

Agora, o deputado federal Junior Mano (PL-CE) foi designado o relator. Como o primeiro parecer a favor da PEC foi rejeitado, o parlamentar terá a missão de elaborar um novo parecer, com o objetivo de conquistar o apoio da maioria do colegiado. É o texto de Mano que será enviado para votação em plenário.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.