Cotidiano

Piratas no Porto de Santos

Foi uma ação cinematográfica. Pelo menos cinco homens armados invadiram, no domingo 12, o navio Grande Francia, de bandeira italiana, que estava ancorado a 15 quilômetros do acesso ao Porto de Santos.

Junto a mais ou menos 60 outras embarcações, o navio da armadora Grimaldi aguardava a atracação no Fundeadouro 4, local onde os cargueiros ficam ancorados esperando a liberação para entrar em um terminal.

O mar estava muito agitado. Mesmo assim, os assaltantes subiram a bordo, no convés do navio, que transportava contêineres, usando cordas com ganchos, provavelmente alçadas nas aberturas que ficam na proa.

Diante da movimentação, a tripulação se escondeu em compartimentos fechados e a Polícia Federal foi acionada.

Os bandidos fugiram duas horas depois na mesma lancha. Uma revista no navio revelou que haviam deixado, no porão da embarcação, 41 bolsas contendo 1.202 tabletes, equivalente a 1,3 tonelada da droga.

“A pirataria foi um ato de simulação. Os criminosos abriram alguns contêineres aleatoriamente, mas a real intenção era içar cocaína para o navio”, diz a delegada da Polícia Federal Luciana Fuschini, que está à frente do caso.

Há 20 anos, não se registrava a invasão de um cargueiro por piratas em Santos.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.