Cotidiano

Polícia Federal faz operação contra pedofilia nas redes sociais

Foram identificados usuários de redes sociais que realizaram milhares de transmissões de arquivos contendo cenas de pedofilia

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (2/9), para localizar equipamentos usados no armazenamento e compartilhamento de imagens de exploração sexual infanto-juvenil, por meio da utilização de redes sociais e de compartilhamento de arquivos. A ação visa ainda identificar outros suspeitos ligados à atividade criminosa, além de possíveis vítimas.

As investigações tiveram início a partir de cooperação jurídica internacional, tendo sido acionado o Núcleo de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet da Polícia Federal (NURCOP).

Foram identificados usuários de redes sociais que realizaram milhares de transmissões de arquivos contendo cenas de pedofilia. Os mandados judiciais são cumpridos em São Paulo.

As penas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente para os crimes de produção, posse e transmissão desses arquivos ilegais podem, somadas, chegar a 18 anos de prisão.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.