Cotidiano

Presa ao atravessar a fronteira Canadá-Estados Unidos

Uma cidadã de nacionalidade francesa estava de visita ao Canadá quando acabou sendo detida por ter atravessado correndo sem querer a fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá, em maio deste ano.

Cedella Roman, de 19 anos, acabou detida por duas semanas e explicou à Fox News que não percebeu o que tinha feito.

A mulher estava correndo na praia, em White Rock, na British Columbia, quando parou para tirar uma fotografia antes de regressar. Foi nesse momento abordada por dois agentes da fronteira que lhe disseram que tinha passado para Blaine, Washington, ilegalmente.

“Eu disse a eles que não tinha feito de propósito e que não entendia o que estava acontecendo”, disse.

Segundo Cedella não havia quaisquer sinais que pudessem indicar que havia atravessado para outro país, mas os agentes disseram que a tinham captado nas câmaras de segurança ultrapassando a fronteira de forma ilegal.

 

Depois de a transportarem para as instalações das autoridades, pediram que ela removesse todos os seus pertences, incluindo as jóias. “Me revistaram por tudo”, acrescentou.

Foi permitido que a francesa contactasse a mãe, que de imediato lhe levou os documentos necessários ao centro de detenção. O que não resolveu muito as coisas, uma vez que acabou ficando detida durante duas semanas até que os agentes de imigração do Canadá e dos Estados Unidos confirmassem que podia regressar. O que aconteceu apenas no dia 6 de junho.

De acordo com a família da jovem, não ficou claro se poderia alguma vez regressar de novo aos Estados Unidos após o ocorrido.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.