Cotidiano

Que absurdo!

Uma sentença judicial determina que, uma vez por mês, uma viatura da PM, com escolta, leve uma presa para visitas íntimas ao companheiro, que também está preso.

A viatura e a escolta deverão sair da sede da 9ª Subdivisão Policial e ir até a Casa de Custódia de Maringá (CCM) – cerca de 12 quilômetros de distância – e, menos de uma hora depois, retornar ao minipresídio feminino.

Tudo para proporcionar momentos de prazer para Heloisa Rolim de Moura, 20 anos, e Marco Antônio de Lima Ferreira Junior, 31, ambos flagrados furtando lojas em Maringá.

Maringá Post

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.