Cotidiano

Simulações da FAB em Campo Grande

Unidades participam de simulações de combate, resgate e reconhecimento

A Ala 5 da Força Aérea Brasileira, com sede em Campo Grande, sedia até o próximo dia 12 Exercício Operacional Tápio. Participam aproximadamente 700 militares de 21 esquadrões aéreos das Aviações de Transporte, Caça, Asas Rotativas, Reconhecimento e Busca e Salvamento, além do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR), da Brigada de Defesa Antiaérea (BDAAE) e seus Grupos Defesa Antiaérea (GDAAE) subordinados.

Segundo a FAB, o exercício tem por objetivo adestrar as unidades em cenário similar ao encontrado em missões de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), envolvendo simulações de resgate em combate, apoio aéreo, lançamento de paraquedistas e cargas, reconhecimento, evacuação aeromédica, entre outras.

De acordo com o coronel aviador André Luiz Alves Ferreira, este é o primeiro grande exercício de adestramento realizado após o processo de Reestruturação da FAB. “Ele foi concebido com a finalidade do emprego em conjunto de diversas Ações de Força Aérea e a Ala 5 foi escolhida como sede por seu grande cunho operacional”, ressaltou.

Durante o evento, serão utilizadas diversas aeronaves da FAB, entre elas, o C-130 Hércules, o C-105 Amazonas, o C-95 Bandeirante, o E-99, os caças A-1 AMX e A-29 Super Tucano e os helicópteros H-36 Caracal, AH-2 Sabre e H-60 Black Hawk.

O comandante da Ala 5 e diretor do Exercício Tápio, brigadeiro do ar Augusto Cesar Abreu dos Santos, explica que uma das razões de a Ala 5 sediar o exercício é por se tratar de uma unidade versátil, possuindo capacidade para realizar Busca e Salvamento, Defesa Aérea, Transporte Logístico, atuações em Operações Especiais, entre outros.

“Somos excelência, ainda, na atividade aeromédica, com atendimento pré-hospitalar, tanto em situações complexas, de defesa química, biológica e nuclear, como também em ambiente hostil. O Estado de Mato Grosso do Sul também possui uma meteorologia favorável nesta época do ano e uma área muito significativa por sua localização, contando com o apoio da população local”, disse.

Share:

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.